Os membros da Academia dos Rebeldes, em 1923. Jorge Amado o terceiro da esquerda para a direita